25 de June de 2015
Postado por: Bruna Fernández @ Arquivado em: Lançamentos

Livro: Tocando as estrelas (#01)
Série: Tocando as estrelas
Autora: Rebecca Serle
Tradução: xxx
Comprar: Saraiva Cultura Travessa Amazon

Quando Paige Townsen deixa de ser uma simples aluna do ensino médio para se tornar uma celebridade, sua vida muda do dia para a noite. Em menos de um mês, ela troca as ruas da sua cidade natal por um set de filmagem no Havaí e agora está conhecendo melhor um dos homens mais sexies do planeta segundo a revista People. Tudo estaria perfeito se o problemático astro Jordan Wilder não fincasse o pé em uma das pontas desse triângulo cinematográfico. E Paige começa a acreditar que a vida, pelo menos para ela, imita a arte.

Livro: Eu te darei o sol
Autora: Jandy Nelson
Tradução: xxx
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Americanas Travessa Amazon

Noah e Jude competem pela afeição dos pais, pela atenção do garoto que acabou de se mudar para o bairro e por uma vaga na melhor escola de arte da Califórnia.

Mal-entendidos, ciúmes e uma perda trágica os separaram definitivamente. Trilhando caminhos distintos e vivendo no mesmo espaço, ambos lutam contra dilemas que não têm coragem de revelar a ninguém.

Contado em perspectivas e tempos diferentes, EU TE DAREI O SOL é o livro mais desconcertante de Jandy Nelson. As pessoas mais próximas de nós são as que mais têm o poder de nos machucar.

Livro: O álbum
Autor: Timothy Lewis
Tradução: xxx
Comprar: Saraiva Cultura Travessa Amazon

Para Adam, negociante de objetos usados, a casa de Gabe Alexander é apenas uma propriedade que será esvaziada e vendida pelo maior lance. Entretanto, em meio às prateleiras repletas de relíquias, um álbum antigo atrai sua atenção. Nele há cartões-postais amarelados pelo tempo, escritos ao longo de 60 anos. Intrigado, Adam começa a lê-los: eles estão cheios de frases românticas e delicadas, as provas do amor incondicional entre Gabe e Pearl Alexander.

Gabe cuidava para que um cartão chegasse às mãos de Pearl todas as sextas-feiras. Cada um deles possui não apenas um poema, mas verdades preciosas sobre o cotidiano de um casal que viveu um sonho. A soma de todas essas verdades talvez responda perguntas que Adam se faz há muito tempo.



25 de June de 2015
Postado por: Bruna Fernández @ Arquivado em: Lançamentos

Livro: O sol é para todos
Autora: Harper Lee
Tradução: Beatriz Horta
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Americanas Travessa Folha Amazon

A nova edição de um dos maiores clássicos da literatura norte-americana moderna.

Um livro emblemático sobre racismo e injustiça: a história de um advogado que defende um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca nos Estados Unidos dos anos 1930 e enfrenta represálias da comunidade racista. O livro é narrado pela sensível Scout, filha do advogado. Uma história atemporal sobre tolerância, perda da inocência e conceito de justiça.

O sol é para todos, com seu texto forte, melodramático, sutil, cômico (The New Yorker) se tornou um clássico para todas as idades e gerações.

Com nova tradução e projeto gráfico, este clássico moderno volta à cena, justamente quando a autora lança uma continuação dele, causando euforia no mercado. Desde o anúncio de sua sequência, O sol é para todos é um dos livros mais buscados e acessados no site do Grupo Editorial Record. Já vendeu mais de 30 milhões de cópias nos Estados Unidos e, no último ano, ganhou a recomendação do presidente Barack Obama, que proferiu o seguinte elogio: “Este é o melhor livro contra todas as formas de racismo.”

Livro: Pergunte ao pó
Autor: John Fante
Tradução: Roberto Muggiati
Comprar: Cultura Travessa Amazon

O principal sucesso de John Fante, agora com nova identidade visual

A mais popular obra de John Fante, Pergunte ao pó, já vendeu no Brasil mais de 15 mil exemplares, e é agora relançado de acordo com a nova identidade visual do autor, mais moderna e atraente. O livro tem como protagonista Arturo Bandini, personagem ficcional muito inspirado no próprio autor, como uma espécie de um sujeito ítalo americano vivendo uma vida de aspirante a escritor em Los Angeles.

Livro: A grande fome
Autor: John Fante
Tradução: Roberto Muggiati
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Americanas Travessa Folha Amazon

Livro inédito no Brasil do autor de Pergunte ao pó.

Essas pérolas não publicadas foram descobertas pelo biógrafo do autor John Fante. São histórias divertidas, muitas sobre a infância de Fante, reunidas em um exemplar que inaugura o novo projeto gráfico da obra dele. Textos exemplares do estilo único e brilhante de John Fante, que vão agradar aos fãs do autor.

Nesta antologia inédita, John Fante, epítome da geração de autores imersos na contracultura norte-americana, desfila seus personagens costumeiros: imigrantes, escritores miseráveis, crianças travessas e incógnitos (extra)ordinários. Uma seleção póstuma, composta de tesouros literários da era pré-beatniks, que dá voz uma última vez aos pequenos, vagabundos e expatriados que habitam a obra de Fante.

Livro: O Quinze
Autora: Rachel Queiroz
Tradução:
Comprar: Saraiva Cultura Travessa Folha Amazon

Uma referência obrigatória na história da nossa literatura, agora em versão capa dura.

O Quinze causou sensação, e ainda hoje desperta interesse, pelo drama que descreve: o embate entre o homem e a natureza, no trágico destino de um povo assolado pela grande seca de 1915 que, diga-se, não foi a última. Rachel de Queiroz, a primeira mulher a se tornar imortal da Academia Brasileira de Letras, retrata em sua obra a história de um amor irrealizado da mocinha que lê romances franceses e sonha com o moço rude entregue à faina solitária de salvar seu gado; e a dramática marcha a pé de um retirante e sua família, sonhando chegar ao Amazonas.

Uma obra que marca presença em qualquer seleção dos maiores títulos literários do Brasil, e chega agora ao mercado com novo projeto gráfico, em edição de luxo e moderna, e apresentação de Nélida Piñon.



25 de June de 2015
Postado por: Bruna Fernández @ Arquivado em: Notícias

O wesbite Pottermore anunciou essa semana que o sétimo livro da série Harry Potter, As Relíquias da Morte, foi liberado para os leitores explorá-los: reviver alguns capítulos agora com as ilustrações inéditas e textos exclusivos escritos por ninguém menos do que J.K. Rowling.

Ao total, são cinco textos exclusivos que trazem novidades sobre Petúnia Dursley e o porquê dos tios de Harry o odiarem tanto, Pedro Pettigrew, encantamentos e alquimia, além da confirmação do fato de Harry pegar a Espada de Gryffindor no lago foi uma referência à Espada de Excalibur da lenda do Rei Arthur.

No ano passado, Rowling terminou o roteiro do primeiro filme spin-off de Harry Potter, da Warner Bros, baseado no livro-texto de Hogwarts Animais fantásticos e onde habitam: o primeiro de uma trilogia de filmes, ambientado 70 anos antes do nascimento de Harry. O longa será estrelado por Eddie Redmayne e Katherine Waterston e tem previsão de estreia em 18 de novembro de 2016.

“As leis e costumes da escondida sociedade de magia será familiar a qualquer um que já leu os livros de Harry Potter ou viu os filmes”, revelou a autora em setembro. “Mas a história de Newt vai começar em Nova York, 70 anos antes de Harry aparecer”.

A franquia Harry Potter continua como a mais bem sucedida na história, tendo arrecadado US$ 7,7 bilhões em bilheterias mundias.

Fontes: Potterish e O Globo.



25 de June de 2015
Postado por: Bruna Fernández @ Arquivado em: Lançamentos

Livro: Os reis
Autor: Julio Cortázar
Tradução: Ari Roitman e Paulina Wacht
Comprar: Cultura Travessa Amazon

O impagável livro de estreia de Julio Cortázar na literatura

Os reis, primeira publicação literária de Julio Cortázar, recria o mito grego de Minos, Teseu, Ariadne e Minotauro. Misto de poesia e drama, este livro apresenta chaves para entender o universo cortazariano. Aqui, o autor atualiza a dimensão clássica das perspectivas do rei, do herói, da alma feminina e do monstro, criando a obra-prima que o impulsionou a tornar-se um dos grandes autores de todos os tempos.

Livro: Adeus, Robinson e outras peças curtas
Autor: Julio Cortázar
Tradução: Mario Pontes
Comprar: Amazon

Quatro curtos textos bem-humorados do autor de O jogo da amarelinha

Não somente os fãs de Julio Cortázar mas também qualquer leitor que aprecie bons textos de comédia irão se divertir com estas quatro peças curtas. Escritas entre 1940 e 1970), esta reunião atesta o compromisso cortazariano com a escrita que atravessa seus próprios limites. Próximos do teatro do absurdo, estes textos, além de muito divertidos, são também filosóficos, plásticos, divertidos e inteligentes.

Livro: O nível
Autores: Richard Wilkinson e Kate Pickett
Tradução: Kate Pickett
Comprar: Saraiva Cultura Travessa Folha Amazon

Um estudo sobre como as relações numa sociedade é construída sobre fundações materiais.

Resultado de 30 anos de pesquisa, O nível fornece evidências de que quase tudo – da expectativa de vida às doenças mentais, da violência ao analfabetismo – é determinado não pela riqueza de uma sociedade, mas por quão igualitária ela é. Além disso, sociedades com um grande abismo entre ricos e pobres são ruins para todos, inclusive para os mais abastados. Mas que também podemos encontrar soluções positivas e caminhar em direção a um futuro mais feliz e mais justo.

Os renomados pesquisadores Richard Wilkinson e Kate Pickett expõem as contradições entre o sucesso material e o fracasso social no mundo desenvolvido, mas não se limitam a dizer o que está errado. Eles mostram o caminho para uma nova configuração política: de um consumismo autocentrado para uma sociedade mais sustentável e solidária.

Imprescindível, instigante e inspirador, O nível é um livro que propõe uma nova maneira de pensar sobre nós mesmos e sobre as nossas comunidades, mudando a nossa maneira de ver o mundo.

Livro: Sobre a guerra
Autor: Napoleão Hill
Tradução: Clóvis Marques
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Americanas Travessa Folha Amazon

Conheça a incomparável experiência militar de um dos mais famosos e bem-sucedidos líderes da história mundial.

Napoleão Bonaparte é reconhecidamente um dos maiores estrategistas de todos os tempos. Seu domínio sobre batalhas e sua capacidade de mobilizar exércitos revolucionaram a arte da guerra. Além de ter vencido quase todos os cinquenta embates campais que empreendeu, foi um importante administrador do Estado. Grande parte do seu código civil, embasado nos preceitos da Revolução Francesa, vigoram até hoje na França. Porém, Bonaparte não chegou a escrever uma obra organizada sobre guerra e estratégia.

O especialista Bruno Colson foi responsável por reunir pela primeira vez todos os escritos de Napoleão — cartas, relatos orais anotados pelos memorialistas e inéditos encontrados em arquivos —, construindo um livro original, que revela as maiores qualidades do imperador francês.



25 de June de 2015
Postado por: Kinina @ Arquivado em: Entrevistas

Paula Pimenta em Lisboa Original: Bravo.pt
Revisão: Kinina

A autora nacional Paula Pimenta esteve em Lisboa para 85ª feira do livro Lisboa 2015. Paula conversou com fãs, distribuiu autógrafos, falou de futuros projetos e ainda deu uma entrevista para a Bravo. Confira:

Olá Paula! Bem-vinda a Portugal! :) Primeiro que tudo, conta pra gente: como nasceu sua paixão pela escrita?
Os meus pais sempre me incentivaram a ler e na escola minhas redações sempre eram muito elogiadas… Por isso resolvi fazer faculdade de Jornalismo, para profissionalizar esse amor pela escrita e leitura, mas aos poucos percebi que o que eu queria mesmo era escrever “com emoção” e não imparcialmente. Por isso acabei transferindo para o curso de Publicidade e comecei a levar a escrita com um hobby. Até que escrevi o Fazendo meu filme, e o livro foi tão bem recebido que eu tive que começar a me dedicar à profissão de escritora em tempo integral.

Estamos curiosas! Como surgiu a ideia de criar uma personagem tão cativante como a Fani? Apresenta pra gente a personagem.
A Fani é um pouco parecida comigo e a ideia veio de acontecimentos da minha própria adolescência. Acredito que todas as pessoas tenham na lembrança alguns acontecimentos dignos de livros ou filmes, basta que a gente insira um pouco de imaginação para que as cenas fiquem um pouco mais coloridas. E foi assim com Fazendo meu filme.

Quando somos adolescentes, realmente parece que a nossa vida é um filme! Todas temos um diário e um pouquinho da Fani dentro de nós… O que é que você e a Fani têm em comum?
Assim como a Fani, eu também sou tímida, adoro ficar em casa e amo cinema! Mas acho que geralmente eu percebo o que está acontecendo mais rápido do que a Fani, ela é um pouco mais ingénua. Eu me inspirei muito em minha vida no começo da história da Fani. Assim como ela, eu também fiz intercâmbio e na época eu também era apaixonada pelo meu amigo. Mas aos poucos a história dela tomou outro rumo.

A Fani tem experiências típicas de qualquer teenager que se preze, como ter uma crush pelo professor de Biologia, ficar confusa e encontrar o amor no melhor amigo… De todas as aventuras dignas de filme da Fani, qual te deu mais prazer de escrever? Que livro desta coleção preferes e por quê?
O meu preferido é último livro, pois é quando a Fani finalmente encontra o final feliz dela… Além disso, uma parte dele é passada em Los Angeles, uma cidade que eu amo, e nesse livro tem também uma parte toda narrada pelo Leo. Por isso o considero o melhor da série. Mas eu também tenho um carinho grande pelo primeiro, pois para escrevê-lo me inspirei em muitos acontecimentos da minha própria vida.

Qual comédia romântica, a Fani e o Leo são constantemente afastados pelas circunstâncias da vida, mas parecem destinados a ficar juntos… Você acredita no destino?
Acho que alguns acontecimentos da nossa vida são destinados a acontecer. Mas somos nós que escolhemos como chegar até eles.

Se a Fani fosse um filme, qual seria? Qual é o teu filme preferido?
No livro, a Fani acaba por descobrir que “Nenhum filme é melhor do que a própria vida”. Então acho que o filme dela seria o que ela mesma cria, de sua própria história. O meu filme preferido é De Repente, Já nos 30!, pois adoro filmes onde os personagens podem viajar no tempo e com isso aprendem com sua própria experiência do futuro ou do passado!

Gostaria que a sua história fosse adaptada ao cinema?
Eu já vendi os direitos do primeiro livro da série para o cinema, mas vou esperar o resultado para ver se vou querer que os outros também sejam adaptados. Na verdade ainda não estou preparada para ver os meus personagens em carne e osso! :) Tenho uma imagem deles na cabeça, espero encontrar atores parecidos…

Quais são os seus próximos projetos?
No final de junho vou lançar o terceiro livro da minha nova série: Minha vida fora de série. Em setembro vai sair o segundo volume dos quadrinhos de Fazendo meu filme. E no ano que vem pretendo iniciar duas novas séries, que terão como protagonistas duas personagens que já existem em Fazendo meu filme.

Seus livros são um fenômeno no Brasil. O que você acha é ser uma das 100 pessoas mais influentes no teu país? De que forma se sente estar contribuindo para a formação das adolescentes?
É muito gratificante, pois é sinal de que eu estou incentivando o hábito da leitura! Muitos adolescentes me contam que começaram a gostar de ler por causa dos meus livros, e acho que para o escritor não tem gratificação melhor do que ouvir isso.

E também começa a ser popular em Portugal! As adolescentes portuguesas estão adorando as peripécias da Fani! No que é que considera as teens portuguesas diferentes das brasileiras?
Não consegui notar muitas diferenças ainda, tanto as brasileiras quanto as portuguesas são muito fofas, carinhosas e inteligentes!

O que está achando desta viagem a Portugal? Já tinha estado aqui? O que mais te surpreendeu?
Estou adorando! É a minha primeira vez no país e com certeza quero voltar mais vezes. Estou encantada com Lisboa, achei a cidade linda, e os portugueses são muito educados e simpáticos! Espero voltar em breve!



25 de June de 2015
Postado por: Bruna Fernández @ Arquivado em: Lançamentos

Livro: Missão Improvável (#02)
Série: Fator Nerd
Autor: Andy Robb
Tradução: Alda Lima
Comprar: Saraiva Submarino Americanas Travessa Amazon

O primeiro amor e toda a falta de habilidade do contato de um adolescente nerd com as garotas.

Sim, quando se é um nerd, a vida tem um ritmo todo próprio. Quando se é um nerd apaixonado, então… Archie ainda não esqueceu Sarah. A menina é seu preciossssso Um Anel. Atraído para ela como um Gollum repugnante, ele tem zero força de vontade. Como se não bastasse, é só chegar perto da linda gótica para que as pernas do garoto enfraqueçam, o coração acelere e o suor invada seu rosto. Mais ou menos a mesma reação ao berro de um Nazgûl. Um pavor insano invade o coração do mais corajoso dos homens. Tudo bem, pelo menos seu Monólogo Interior o repreende e tenta mantê-lo na linha. Claro que é uma batalha perdida. Mais ou menos como enfrentar o Hulk sem um Mjolnir. Ou o Duende Verde sem fluido de teia. Boa sorte com isso!

Sem saber como se comportar perto de Sarah ele decide entrar na cabine de Dr. Who mais próxima e sumir. Afinal, um fim de semana de RPG, com direito a orelhas de elfo e espadas de espuma, se aproxima.

Com a ajuda de Clare, uma menina com ideias muito próprias, Archie acredita ter encontrado a solução para conseguir conquistar a eterna amada Sarah: Cíumes. Afinal, no cinema isso sempre funciona. Mas essa pequena mentirinha cria uma série de mal-entendidos, nem sempre divertidos.

Livro: Fogo da fúria (#03)
Série: Merlin
Autor: T. A. Barron
Tradução: Domingos Demasi
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Americanas Travessa Folha Amazon

O terceiro livro da série que conta a história do jovem Merlin Neste novo volume, acompanhamos o mago após ele seguir o tortuoso caminho das Sete Canções da Magia e de ter salvado Elen da maldição de Rhita Gawr. Agora, o feiticeiro precisa enfrentar um velho fantasma que ainda assombra seu destino: o fogo. O terrível dragão Valdearg, acordado de seu sono profundo, ameaça destruir a terra mítica de Fincayra e seus habitantes para vingar a morte de sua cria.

A editora ainda conta com lançamentos que não fazem parte de séries, para vê-los, clique no link abaixo.

(Ler post completo)



24 de June de 2015
Postado por: Bruna Fernández @ Arquivado em: Resenhas

Livro: Acima do Véu (#04)
Série: A Sétima Torre
Autor: Garth Nix (@garthnix)
Páginas: 253
Editora: Nova Fronteira
Tradução: x
Resenha por: Bruna Fernández
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Folha Americanas

Preparem-se para lutar.

O Povo Inferior é incansável. Por muito tempo, essa gente se manteve quieta, ocupando os níveis mais baixos do Castelo. Mas, agora, vai se fazer ouvir… Tal e Milla não estão mais sozinhos na busca da verdade sobre seu mundo. O Corvo, um renegado do Povo Inferior, aliou-se a eles, juntamente com seu bando de rebeldes. Eles conhecem muitos segredos sobre o Castelo – e estão prestes a descobrir o maior de todos. A escuridão está ficando cada vez mais intensa. As sombras estão se tornando mais fortes. E, mais que nunca, Tal e Milla estão correndo perigo.

ATENÇÃO! Esse livro não é o primeiro da série e a resenha pode conter spoilers! Confira nossas resenhas anteriores dessa série, clicando na capa desejada:

Depois de deixar os leitores com o coração na boca com o desfecho do terceiro livro da série, Aenir, Acima do Véu vem para saciar dúvidas e maestralmente tornar a aventura de Tal e Milla para um rumo completamente diferente do que o leitor – pelo menos eu – imaginava.

Como sempre acontecem com livros em série, vão se agregando novos personagens ao longo dos livros. Apesar de ser comum, pode ser um recurso que leve tudo por água abaixo, se o autor não souber exatamente como introduzir o personagem que não pode simplesmente cair do céu, ou até mesmo entrar por uma porta e sair falando e tomando rédeas de situações. No quarto livro de A Sétima Torre somos introduzidos a um novo personagem: o Corvo.

Corvo pertence ao Povo Inferior, que vive nas partes mais baixas do Castelo e trabalha apenas para servir aos Escolhidos. Eles não aprendem como manipular a luz, possuem poucas Pedras-do-Sol e não recebem nem um nome ao nascer, apenas um número e uma profissão, que é herdada do pai caso você seja um menino ou da mãe, caso seja menina. Depois de conseguirem escapar de Sushin, Milla, Tal, Odris e Adras acabam cruzando com Corvo e seu bando e são levados por eles até Ebbitt e então se separam: Milla está firme em sua decisão de ir embora, contar tudo o que descobriu para as Matriarcas e então atirar-se ao Gelo, pois já não possue mais sua sombra normal e sim um Espírito-Sombra (Odris) e isso é algo imperdoável para os Homens-do-Gelo.

Então, Corvo se torna o novo companheiro de Tal – que nesse volume deve novamente escalar a Torre do lado de fora, em busca de uma das Grandes Pedras. A dinâmica do livro então muda um pouco, apesar de termos as histórias de Tal e Milla separadas em outro volume, aqui vemos uma separação mais final e – por instância – definitiva. Tal, e até mesmo nós leitores, nos acostumamos com a relação entre os dois, sabendo como ambos vão reagir e o que farão frente aos desafios que aparecem, mas agora com Corvo, a coisa fica completamente diferente. Para começar Tal não sabe quais são as verdadeiras motivações do outro menino, que não é sempre tão transparente em seus atos. Corvo é um Renegado, sabe manipular um pouco as Pedras-do-Sol, odeia com todas as forças os Escolhidos e há momentos em que ele parece saber muito mais sobre o Castelo do que o próprio Tal. Essa mudança trouxe uma nova perspectiva pra narrativa e deu um novo “empurrão” na história.

Como nos outros volumes, Garth Nix consegue manter o leitor em suspense ao longo da leitura, revelando poucos detalhes mas sem deixar a impressão de que está enrolando o leitor e apenas enchendo linguiça nas páginas. As descrições não são exageradamente trabalhadas, mas conseguem fazer seu papel, deixando uma parcela à imaginação do leitor.

Esse livro poderia ser facilmente renomeado de “Livro Sobre o Povo Inferior”, pois aprendemos muito sobre eles e, assim como Tal, começamos a nos questionar sobre o estilo de vida dos Escolhidos. É sempre muito bom ouvir o outro lado da história, pois até agora temos somente a visão de Tal que é um Escolhido e tem uma visão muito parcial. Mas, como todo ‘oprimido’, Corvo não aceita as ideias de Tal e acha que as coisas só serão resolvidas quando todos Escolhidos forem extintos. Apesar de ser um “semi-herói” ajudando Tal, o personagem de Corvo tem um quê de vilão.

Por falar em vilão, é engraçado ver que o verdadeiro vilão por trás de tudo – Sushin – mal aparece durante os livros. Ele faz pequenas aparições aqui e ali, mas é só isso. Espero que ele apareça mais no próximo volume, pelo menos para termos uma ideia do por quê dos seus planos de destruir o Véu. Apesar do livro estar sempre mostrando os heróis em enrrascadas e grandes problemas a serem enfrentados sinto a falta da presença “física” do vilão. Ou sou eu que estou mal acostumada com o Voldemort aparecendo em quase todos os livros? (#hpfeelings)

A parte do livro que eu mais gostei, foi a história de Milla. Ela consegue sair do Castelo e seguir em sua missão de voltar para o Gelo. Toda a sua jornada e julgamento são muito emocionantes. Milla, e consequentemente sua sombra Odris, ganham um novo propósito que prometem trazer grandes conflitos para o próximo volume da série, que por acaso tem um título bastante sugestivo: “Em Guerra”. Ficou curioso(a)? Corre ler! :P


Aviso Legal: Esse livro foi adquirido pela própria resenhista.



23 de June de 2015
Postado por: Bruna Fernández @ Arquivado em: Notícias

A editora Guarda-Chuva se prepara para lançar no Brasil o primeiro volume da série Segredos Diplomáticos de Ally Carter, que leva o nome de Em Queda Livre. Confira abaixo a capa e a sinopse:

 

Aos dezesseis anos, a protagonista Grace Blakely vê sua vida virar de cabeça para baixo ao se mudar para a casa de seu avô materno, o embaixador americano na capital do país fictício de Adria. Incapaz de aceitar as circunstâncias misteriosas que cercaram a morte de sua mãe três anos antes, ela tentará descobrir os segredos do seu passado e encontrar respostas para as dúvidas que a assombram.

Contando somente com a ajuda de seus novos amigos, filhos dos embaixadores das outras nações, ela se lança na busca por um assassino que ninguém mais acredita ser real, ao mesmo tempo em que se esforça para seguir os rígidos protocolos que regem a vida diplomática. Não será fácil para Grace se adaptar a esse novo mundo, especialmente quando ela começa a se apaixonar pelo único garoto proibido para ela: o melhor amigo de seu irmão mais velho.

Grace fará de tudo para ser a boa menina que todos esperam que ela seja, mas os problemas parecem sempre encontrá-la, e qualquer deslize cometido na Ala das Embaixadas poderá deflagrar uma crise internacional, colocando sua vida e o destino das nações mais poderosas do mundo em risco.

O livro já se encontra em pré-venda na Travessa.