quarta-feira, 26/04/2017
Últimas do LeS:
Capa » Sagas » K » Kay Scarpetta

Kay Scarpetta

por Patricia Cornwell

#01 Postmortem (1990) | Comprar original
#02 Body of Evidence (1991) | Comprar original
#03 All That Remains (1992) | Comprar original
#04 Cruel and Unusual (1993) | Comprar original
#05 The Body Farm (1994) | Comprar original
#06 From Potter’s Field (1995) | Comprar original
#07 Cause of Death (1996) | Comprar original
#08 Unnatural Exposure (1997) | Comprar original
#09 Point of Origin (1998) | Comprar original
#10 Black Notice (1999) | Comprar original
#11 The Last Precinct (2000) | Comprar original
#12 Blow Fly (2003) | Comprar original
#13 Trace (2004) | Comprar original
#14 Predator (2005) | Comprar original
#15 Book of the Dead (2007) | Comprar original
#16 Scarpetta (2008) | Comprar original
#17 The Scarpetta Factor (2009) | Comprar original
#18 Port Mortuary (2010) | Comprar original
#19 Red Mist (2011) | Comprar original
#20 The Bone Bed (2012) | Comprar original
#21 Dust (2013) | Comprar original
#22 Flesh and Blood: A Scarpetta Novel (2014) | Comprar original

Série publicada no Brasil pela editora Cia das Letras/Paralela

#01 Post-Mortem (1999)
Resenha: Leia e comente
Skoob: Adicione na sua estante
Comprar: Saraiva Submarino

É um homem metódico, disciplinado, desumano: mata por prazer. As pistas até ele se perdem pelas ruas. A Dra. Kay Scarpetta, médica-legista, examina as vítimas, mulheres que não podem lhe dizer nada a não ser pelos vestígios que trazem no corpo. E no corpo delas há um brilho produzido por alguma substância química. Qual? A Dra. Scarpetta precisa descobrir logo, se quiser evitar a próxima vítima. E precisa aprender a conviver com o fato de que, apesar de usar em suas autópsias os recursos mais avançados da ciência e da tecnologia, esse aparato se destina a desvendar mentes tão perturbadas quanto impenetráveis. Em outro plano, precisa lidar ainda com a hipótese de que alguém muito próximo quer destruir sua carreira e está sabotando a investigação dos crimes.

#02 Corpo de delito (1995)
Resenha: Leia e comente
Skoob: Adicione na sua estante
Comprar: Saraiva

Cary Harper é um escritor famoso. Logo após o cruel assassinato de sua filha adotiva, ele próprio é assassinado. A irmã de Harper morre em circunstâncias igualmente misteriosas. Quem cometeu os crimes? Por que os cometeu? Essas são as perguntas que levam a médica-legista Kay Scarpetta a seguir as poucas pistas deixadas pelo criminoso. Além das provas que consegue colher nos corpos levados ao necrotério, sai a campo com o chefe de polícia Pete Marino e com o agente do FBI Benton Wesley na tentativa de solucionar o caso. As mais variadas hipóteses vão sendo sucessivamente abandonadas. Nada parece dar conta de todas as circunstâncias. Um dia, porém, a dra. Scarpetta recebe a visita de um desequilibrado mental que afirma ser capaz de enxergar a alma de um criminoso.

#03 Restos mortais (1999)
Resenha: Leia e comente
Skoob: Adicione na sua estante
Comprar: Saraiva

Fred e Deborah, jovens, lindos e saudáveis, estão desaparecidos. O pânico toma conta da cidade de Richmond, Virginia. Será que o casalzinho teve o mesmo fim que os outros quatro jovens casais desaparecidos anteriormente? A idéia é aterrorizante, pois nos outros casos as vítimas foram achadas, meses depois, em estado avançado de decomposição. E todos na mesma região florestal, ao redor de um centro de treinamento da CIA.

Suspeitos, até mesmo dentro das forças da lei, pululam como cadáveres abandonados nesse sinistro e lebiríntico quebra-cabeças onde vamos encontrar, mais uma vez, a dra. Kay Scarpetta, médica legista e a mais intrigante protagonista já surgida no gênero policial moderno

#04 Desumano e degradante (1996)
Resenha: Leia e comente
Skoob: Adicione na sua estante
Comprar: Saraiva Submarino

Em Richmond, no centro-leste dos Estados Unidos, os dias que precedem o Natal são curtos e cinzentos. Em 13 de dezembro, um homem é executado na cadeira elétrica, acusado pela mutilação e assassinato de uma jovem apresentadora de televisão. Nesse mesmo dia, um garoto de treze anos é encontrado em estado de coma, barbaramente mutilado. Dias depois, novo crime assusta a cidade. Fala-se em bruxaria. Algo terrível parece andar solto nas ruas. Os fatos descobertos pela legista chefe do estado de Virgínia e pelo tenente de polícia apontam para uma solução absurda. Mortos não cometem crimes.

#05 Lavoura de corpos (1998)
Resenha: Leia e comente
Skoob: Adicione na sua estante
Comprar: Saraiva Submarino

Escândalo e terror na Carolina do Norte. Na pacata cidadezinha de Black Mountain, a casa dos Steiner é invadida e a pequena Emily, 11 anos, raptada. Dias depois, seu corpo é encontrado mutilado. Seria outra atrocidade praticada pelo serial killer Temple Gault? A médica-legista Kay Scarpetta, da equipe de investigações, conhece muito bem o estilo do psicopata. Tão bem que chega a questionar a autoria do crime. A solução desse caso misterioso está em suas mãos femininas: Kay usa da psicologia e da análise fria dos acontecimentos para combater o mal e chegar à justiça, mesmo que tenha de partir para a ação.

#06 Cemitério de ingredientes (1997)
Resenha: Leia e comente
Skoob: Adicione na sua estante
Comprar: Saraiva Submarino

É Natal em Nova York. Há neve e alegria por toda parte. O ruído das festas não sabe dos sons assustadores que abafa; a luz das lojas e árvores enfeitadas não percebe as sombras que cria. Ninguém ouve o tiro disparado no coração do Central Park, ninguém vê o corpo, mutilado e nu, num dos milhares de bancos da imensa praça branca. Quando a dra. Kay Scarpetta, médica-legista, examina o cadáver – os cortes cruéis no corpo inteiro e o furo preciso na têmpora -, ela tem certeza de que o Mal está de volta. E, dessa vez, Temple Brooks Gault, o serial killer que invadiu sua vida, foi muito além do horror que se poderia esperar dele.

#07 Causa mortis (2000)
Resenha: Leia e comente
Skoob: Adicione na sua estante
Comprar: Saraiva Submarino

Quando a dra. Kay Scarpetta estendeu mais um de seus cadáveres na mesa para fazer uma autópsia, mal imaginava a magnitude do caso que tinha nas mãos. Desta vez, Patricia Cornwell enredou sua heroína numa trama que testará toda a sua capacidade diante de um perigo novo e ainda mais inusitado do que os anteriores. Com sangue até os cotovelos, a dra. Kay Scarpetta- junto com a sobrinha-prodígio Lucy, hacker do FBI, o chefe e amante Benton Wesley e o eterno parceiro, o tira boca-suja Pete Marino- vê-se às voltas com um crime que é só o fio de uma meada.

#08 Contágio criminoso (2001)
Resenha: Leia e comente
Skoob: Adicione na sua estante
Comprar: Saraiva

Um cadáver é encontrado no meio do lixo, num aterro sanitário da Virgínia. Detalhes como a amputação habilidosa da cabeça e dos membros lembram casos que a dra. Kay Scarpetta examinou na Irlanda, onde esteve recentemente para pronunciar uma série de conferências. As vítimas, ali, eram de várias raças e idade estimada entre dezoito e trinta e cinco anos; em nenhum dos casos a cabeça foi encontrada. A investigação se tornará um verdadeiro inferno, um jogo macabro em que o assassino fará contato pela Internet e assinará as mensagens com um apelido adequado – Deadoc – Doutor Morte. Na tela do computador da médica-legista surgirão imagens nauseantes – fotos tiradas por Deadoc para mostrar até que ponto é dotado da mais alta competência para o assassinato.

#09 Foco inicial (2002)
Resenha: Leia e comente
Skoob: Adicione na sua estante
Comprar: Saraiva Submarino

Patricia Cornwell traz neste livro uma trama onde uma assassina psicopata enreda a médica Kay Scarpetta e seu parceiro Pete Marino na investigação de uma série de crimes com características idênticas. Ao lado de seu inseparável parceiro Pete Marino, Kay Scarpetta tem à sua frente um quebra-cabeça feito de crimes aterrorizantes e de cartas cheias de jogos de palavras.

#10 Alerta Negro (2004)
Resenha: Leia e comente
Skoob: Adicione na sua estante
Comprar: Saraiva Submarino E-book

Uma história de terror parece brotar do corpo em estado de decomposição encontrado num contêiner, no porto de Richmond. Indícios ligam o cadáver ao crime organizado. Mais especificamente, a uma máfia instalada na França, de atuação internacional e profunda influência junto a governantes e outros poderosos. A autópsia realizada pela médica-legista Kay Scarpetta indica que o assassino – conhecido como loup-garou – só pode ser um lobisomem; mutila pessoas e deixa no local dos crimes cabelos humanos, finos e longos. A sombra do lobisomem paira sobre a história, e a doutora Scarpetta começa a suspeitar que esta será sua primeira aventura sobrenatural.

#11 A última delegacia (2005)
Resenha: Leia e comente
Skoob: Adicione na sua estante
Comprar: Saraiva E-book

Dra. Kay Scarpetta, a médica-legista da Virginia que transformou Patricia D. Cornwell numa das escritoras de policiais mais lidas dos últimos tempos. A trama se inicia imediatamente após os episódios finais de Alerta negro, quando a dra. Scarpetta é atacada em casa pelo criminoso Jean-Baptiste Chandonne – um francês cuja família chefia um cartel internacional do crime e que sofre de uma doença congênita que provoca o crescimento exagerado de pêlos do corpo, razão pela qual ele próprio se denomina Lobisomem.
Em decorrência do ataque, Scarpetta é obrigada a se mudar para a casa de uma amiga de longa data. Mas perde o chão ao ser acusada de um dos assassinatos cometidos por Chandonne, o criminoso que a atacara. Sozinha, impedida de viver em sua casa e principal suspeita em um crime hediondo, a dra. Scarpetta vive os piores dias de sua carreira e de sua vida.

#12 Mosca varejeira (2006)
Resenha: Leia e comente
Skoob: Adicione na sua estante
Comprar: Saraiva Submarino E-book

Três anos depois dos acontecimentos narrados em A última delegacia, Kay Scarpetta trocou a Virgínia por uma tranqüila praia na Flórida, de onde continua a prestar consultoria. Tentando reerguer a vida profissional, Scarpetta recebe uma carta de Jean-Baptiste Chandonne, o Lobisomem. O homem que tentou matá-la e que se encontra no corredor da morte, à espera da execução, está disposto a revelar segredos importantes de sua família criminosa. Em troca, Scarpetta deverá lhe aplicar a injeção letal.
Enquanto tenta adivinhar as verdadeiras intenções do assassino, Scarpetta, a sobrinha Lucy e o detetive Pete Marino rumam para Baton Rouge, onde está ocorrendo uma série de estranhos desaparecimentos de mulheres. Envolvendo-se na investigação, Scarpetta inicia uma exaustiva caçada ao responsável pelos crimes, numa jornada que lhe revelará alguns segredos cuidadosamente guardados por seus entes mais queridos.

#13 Vestígio (2008)
Resenha: Leia e comente
Skoob: Adicione na sua estante
Comprar: Saraiva Submarino

Cinco anos depois de ser sumariamente afastada de seu emprego como legista-chefe da Virgínia, Kay Scarpetta volta a Richmond atendendo ao pedido de seu sucessor para um caso difícil Gilly Paulsson,uma garota de catorze anos, foi encontrada morta em sua cama. Ao chegar ao seu antigo quartel- general, logo percebe que deveria ter recusado o trabalho. Seu sucessor é um tipo esquivo e incompetente, seu antigo escritório está sendo demolido, e as manobras políticas tecidas ao fundo dos acontecimentos ameaçam engoli-la de vez.

#14 Predador (2009)
Resenha: Leia e comente
Skoob: Adicione na sua estante
Comprar: Saraiva Submarino

No momento em que a história começa, Scarpetta e seus parceiros — o psicólogo Benton Wesley, o amargurado investigador Pete Marino e a brilhante e instável investigadora Lucy — trabalham na Academia Forense da Flórida, entidade envolvida num projeto secreto chamado Predador, que investiga aspectos fisiológicos e possíveis motivações de psicopatas condenados. Um desses objetos de estudos é Basil Jenrette, cuja trajetória cheia de lacunas pode conduzir à identidade do assassino da loja de artigos de Natal.

Como é costumeiro nos livros de Cornwell, as investigações se apoiam tanto em insights psicológicos quanto num detalhado instrumental técnico, que envolve balística, medicina legal, exames de dna e recursos de alta tecnologia. Mas não há como separar desse aparato o fator humano: Scarpetta, Marino, Benton, Lucy e todos os que cruzam seus caminhos — uma misteriosa sedutora, uma psicóloga que dá conselhos num programa de tevê, um médico ambicioso da Academia, um falso fiscal do departamento de agricultura — precisam enfrentar também seus próprios fantasmas, escondidos e revelados em casos amorosos, lembranças perturbadoras, episódios de inveja e traição.

#15 Livro dos Mortos (2010) (Cia das Letras)
Resenha: Leia e comente
Skoob: Adicione na sua estante
Comprar: Saraiva Submarino

Quando uma famosa jogadora de tênis de dezesseis anos é encontrada morta em Roma, mutilada e com areia nos olhos, a médica legista Kay Scarpetta é chamada pelos carabinieri para participar da investigação. O capitão Ottorino Poma ativa a exibição das fotografias tridimensionais do cadáver, numa inovação tecnológica da polícia italiana, e pede que a Dra. Scarpetta analise os indícios em seu laboratório particular. Assim começa ‘Livro dos mortos’, numa funesta referência ao registro de entrada de corpos no necrotério. Voltam à cena os conhecidos membros de sua equipe – o namorado Benton Wesley, habilidoso psicólogo forense que passou a trabalhar como pesquisador num hospital ligado à universidade Harvard, a secretária Rose, já muito idosa, o desbocado investigador Pete Marino e a sobrinha-prodígio Lucy, hacker do FBI. A partir da análise meticulosa dos elementos do crime, Scarpetta descobre conexões com a morte de um garoto não identificado, que aparentemente sofria de maus-tratos, e com um festivo churrasco de carne humana numa casa de praia, seguido do rapto de um cachorro manchado de sangue. Esses eventos têm relação com a mesma pessoa, um jovem com antecedentes psiquiátricos que se denomina Homem de Areia. Paradoxalmente, as pistas também levam à velha inimiga de Scarpetta, a maníaca dra. Marilyn Self, que parece guardar alguma relação com o caso.

#16 Scarpetta (2012) (Paralela)
Resenha: Leia e comente
Skoob: Adicione na sua estante
Comprar: Saraiva Submarino E-book

Uma anã chamada Terri Bridges é estrangulada em seu apartamento em Manhattan e a polícia, após descobrir duas outras vítimas que morreram em circunstâncias parecidas, acredita estar lidando com um assassino em série. Oscar Bane, o namorado de Terri é o principal suspeito, mas para cooperar ele faz uma exigência: ser examinado pela famosa médica-legista Kay Scarpetta.
Após decidir se envolver no caso, Scarpetta descobre que terá que trabalhar lado a lado com seu ex-colaborador Pete Marino, de quem não tem notícias desde que ele quase a estuprou. Para piorar as coisas, tudo o que aconteceu entre Scarpetta e Marino vai parar na internet, graças a um site de fofocas escrito por um colunista perverso e misterioso.

Scarpetta e sua velha equipe vão ter que deixar as mágoas para trás e decifrar dois enigmas: quem é o assassino de Terri Bridges e como um colunista virtual pode saber tanto sobre suas vidas.

#17 O Fator Scarpetta (2013) (Paralela)
Resenha: Leia e comente
Skoob: Adicione na sua estante
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Travessa

Falta uma semana para o Natal. A economia americana do pós-crise custa a se recuperar. Diante de um cenário tão desalentador, a dra. Kay Scarpetta – apesar de sua agenda apertada e do trabalho como analista de medicina forense na CNN – resolve oferecer seus serviços pro bono ao Instituto Médico Legal de Nova York. Mas sua crescente exposição na mídia parece antecipar uma série de eventos inesperados e perturbadores. Ao vivo na CNN, ela é questionada sobre o estranho caso de Hannah Starr, uma bela milionária desaparecida desde a véspera do Dia de Ação de Graças. Durante a mesma transmissão, Scarpetta recebe uma ligação de uma antiga paciente psiquiátrica de Benton Wesley, que parece estar obcecada pelo casal. No mesmo dia, ao voltar para casa depois do programa, um pacote suspeito – possivelmente contendo uma bomba – é deixado aos cuidados de Kay. Rapidamente, a suposta ameaça à vida de Scarpetta a envolve numa rede de acontecimentos surreal em que se encontram um famoso ator acusado de um crime sexual inacreditável e o desaparecimento de uma ricaça que parece partilhar um passado secreto com Lucy, a sobrinha preferida de Kay. Complicando ainda mais a trama, o produtor de Scarpetta na CNN tenta persuadi-la a estrear um programa de TV chamado O fator Scarpetta. Diante de tantos acontecimentos bizarros, ela teme que sua fama resulte na ilusão de que ela realmente tem um ‘fator especial’, uma habilidade mística que a auxilia na resolução dos casos.

#18 Necrotério (2014) (Paralela)
Resenha: Leia e comente
Skoob: Adicione na sua estante
Comprar: Saraiva Submarino Cultura Travessa Amazon

Patricia Cornwell é autoridade em livros de investigação forense. O décimo oitavo livro da série de Kay Scarpetta revela um passado secreto que volta para assombrar a protagonista. O ritmo alucinante de traição e tecnologia está presente nesta nova aventura. Conhecemos o início de sua carreira, quando Kay Scarpetta aceitou uma bolsa da Força Aérea para pagar pelos estudos na universidade. Agora, mais de vinte anos mais tarde, suas conexões militares secretas a trazem de volta para a base aérea Dover, onde esteve em um programa de treinamento. Como chefe do novo Centro Forense de Cambridge, em Massachusetts, Scarpetta enfrenta um caso que pode destruir sua reputação e tudo aquilo que lutou para conquistar pessoal e profissionalmente.

Blog/Site oficial da série: não tem

A AUTORA:
Patricia Cornwell, nascida Patricia Carroll Daniels é uma escritora norte-americana de romances policiais. É conhecida por escrever a popular série de romances que estrelam a heroína Dr. Kay Scarpetta, uma médica forense.

Site oficial: www.patriciacornwell.com
Twitter: @1pcornwell
Facebook: curtir
Outras sagas cadastradas no LeS: não tem


Última atualização: 15/10/2014 - 06:01

3 comentários

  1. Ola, Gostaria de saber se é necessário ler nas ordem os livros, se um é a continuação do outro ou não como a trilogia hannibal por exemplo, achei 3 livros bem barato no sebo mas não são livros seguidos. Pela quantidade de livro lançado tendo a mesma personagem em todos acabei ficando em duvida.

  2. Bru Fernández

    Oi Jose, dá pra ler aleatoriamente sim. Você vai perder o fio da meada de algumas coisas da vida pessoal da detetive, mas nada que atrapalhe muito a sua leitura ;)

  3. Estou terminando a série , atualmente lendo O factor scarpetta recomendo principalmente pelo personagem Pete Marino investigador e vulgo Pete rocco Marino ao qual me identifico. Abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*