terça-feira, 25/04/2017
Últimas do LeS:
Capa » Sagas » K » Kurt Wallander

Kurt Wallander

por Henning Mankell

#01 Faceless Killers (1991) | Comprar original
#02 The Dogs of Riga (1992) | Comprar original
#03 The White Lioness (1993) | Comprar original
#04 The Man Who Smiled (2005) | Comprar original
#05 Sidetracked (1995) | Comprar original
#06 The Fifth Woman (1996) | Comprar original
#07 One Step Behind (1997) | Comprar original
#08 Firewall (1998) | Comprar original
#09 The Pyramid (2008) | Comprar original
#10 The Troubled Man (2011) | Comprar original

Série publicada no Brasil pela editora Cia das Letras

#01 Assassinos sem rosto
Resenha: Leia e comente
Skoob: Adicione na sua estante
Comprar: Saraiva Submarino

Um assassinato com toques de crueldade é cometido em um pacato lugarejo sueco. O detetive Kurt Wallander só sabe que a moribunda pronunciou a palavra “estrangeiro” antes de morrer. O crime causa comoção pública e incita um movimento xenófobo pelo país. É preciso descobrir rapidamente o assassino para evitar conseqüências piores. Este é o primeiro livro com o detetive Wallander.

#02 Os cães de Riga
Resenha: Leia e comente
Skoob: Adicione na sua estante
Comprar: Saraiva

Em fevereiro de 1991, o inspetor Kurt Wallander é chamado à capital da Letônia para ajudar a esclarecer o assassinato de um colega, o major Liepa. Logo que chega a Riga, é invadido por uma sensação de enorme tristeza. Prédios decrépitos, filas de ônibus imensas, janelas que não vedam, radiadores que não esquentam, aparelhos de escuta, lojas vazias e um descontentamento generalizado – é nesse ambiente que Wallander, já bastante propenso a depressões e dúvidas existenciais, tem de trabalhar. Ali, tenta solucionar um crime que guarda relações com a situação política do país, em luta contra o domínio soviético.

#03 A Leoa Branca
Resenha: Leia e comente
Skoob: Adicione na sua estante
Comprar: Saraiva Submarino

Uma dona de casa de Ystad, na Suécia, é encontrada morta com um tiro na testa. Não se trata de um crime comum, mas de um trabalho de profissional. O inspetor Kurt Wallander é chamado para cuidar desse caso aparentemente sem pistas ou suspeitos, e suas descobertas darão novos rumos à história.Durante as averiguações, uma explosão no local do crime deixa estranhos indícios: um pedaço de pistola de fabricação sul-africana, restos de um rádio-transmissor russo e um dedo negro decepado.As pistas sugerem a existência de uma conexão entre o crime e uma rede internacional de conspiradores e espiões. O inspetor suspeita que alguém esteja planejando uma grande ação criminosa na distante África do Sul. Estamos no começo da década de 90, e o país vive os últimos momentos do apartheid, o regime de segregação racial que separava negros e brancos. Wallander alerta as autoridades sul-africanas sobre a possibilidade de um atentado. Suas investigações revelam que ali mesmo, na pacata e civilizada Suécia, um matador profissional está sendo treinado por um ex-agente russo da extinta KGB.

#04 O homem que sorria
Resenha: Leia e comente
Skoob: Adicione na sua estante
Comprar: Saraiva Submarino

Henning Mankell confronta o inspetor-chefe da polícia de Ystad com o sempre sorridente e bronzeado Alfred Harderberg. Avesso a toda forma de publicidade, Harderberg é dono de um imenso império em que bancos, indústrias farmacêuticas, sociedades de investimento, plantações de chá e de café, manufaturas, construtoras e até, quem sabe, tráfico de órgãos humanos se mesclam e se confundem.
O pedido para investigar um acidente fatal e a morte subseqüente de quem lhe pedira ajuda levam Wallander a desistir da aposentadoria e voltar à ativa. Após quase dezoito meses de afastamento, o inspetor retoma as atividades com ânimo renovado para empreender uma batalha emocionante contra o poderoso Alfred Harderberg. À medida que a trama se desenvolve, o leitor talvez se espante em constatar que mesmo numa das nações de maior igualdade social do planeta, com uma das economias mais prósperas da Europa, existe boa dose de servilismo diante dos poderosos. Narrada com ritmo impecável, a ação se condensa nos dois últimos meses do ano, sob intensas ventanias, muito nevoeiro e chuva incessante.

#05 O guerreiro solitário
Resenha: Leia e comente
Skoob: Adicione na sua estante
Comprar: Saraiva Submarino E-book

Quando Kurt Wallander presencia a autoimolação de uma desconhecida, sabe que sua atração irresistível por desvendar mistérios insondáveis arruinará os planos de férias com a nova namorada. Tudo piora quando a investigação desse suicídio ritual se revela infrutífera – o inspetor e sua equipe não conseguem nem sequer descobrir a identidade da garota – e outros crimes diversos acontecem, entre os quais o brutal assassinato de um ex-ministro da Justiça.
Só o olhar arguto desse investigador palpável – que evoca os protagonistas dos romances hard-boiled e foi considerado o melhor personagem da literatura policial recente por inúmeras publicações americanas e europeias – poderia vislumbrar a lógica por trás da escolha aparentemente aleatória das vítimas – nada as une fora o fato de que são escalpeladas por seu algoz -, tão díspares quanto um ladrãozinho comum, um bem-sucedido negociante de obras de arte e um político aposentado.

#06 A quinta mulher (2012)
Resenha: Leia e comente
Skoob: Adicione na sua estante
Comprar: Saraiva Submarino

Quatro freiras e uma quinta mulher, que viaja pela África, são mortas durante a noite em um ataque brutal. Meses depois, na Suécia, a notícia dessa tragédia inesperada motiva uma vingança cruel. O inspetor Kurt Wallander acaba de voltar de férias idílicas em Roma, cheio de energia e planos para o futuro, torcendo por dias tranquilos. Ao investigar o desaparecimento de um observador de aves, contudo, descobre um assassinato meticuloso e terrível: um corpo empalado em uma armadilha feita de varas afiadas de bambu. Um segundo homem desaparece, e mais uma vez, como em histórias anteriores, Wallander e seu time trabalham incansavelmente para encontrar o elo entre esses assassinatos perversos. Numa investigação intensa, o inspetor luta para descobrir quem é esse serial killer cujos crimes são produto de uma nova Suécia, marcada pela violência – realidade que o deixa desolado.

Blog/Site oficial da série: não tem

O AUTOR:
Henning Mankell nasceu em Estocolmo e cresceu em Sveg (Härjedalen) e Borås (Västergötland). Sua mulher é Eva Bergman. Mankell é mundialmente conhecido pelos romances de Kurt Wallander. Na Suécia Mankell é também conhecido como escritor de literatura infantil. Além disto ele gosta muito do teatro e tem escrito várias peças. Sua actividade teatral é maior desde que fundou a troupe “Teatro Avenida”, em Moçambique.

Site oficial: www.henningmankell.com
Twitter: @
Outras sagas cadastradas no LeS: não tem


Última atualização: 04/03/2013 - 04:12

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*