quinta-feira, 23/03/2017
Últimas do LeS:
Capa » Sagas » M » Mortal Engines

Mortal Engines

por Philip Reeve

Uma obra literária distópica, passada em um mundo pós-apocalíptico cujos recursos naturais eram cada vez mais rarefeitos e no qual a maior parte das conquistas tecnológico-científicas da humanidade se perdera após a já distante “Guerra de 60 Minutos”.

Nesta realidade não mais existe o Estado Nacional e cidades inteiras acabaram sendo transformadas em veículos – as Cidades-Tração – que ainda exploram os recursos naturais continentais e consomem-se umas às outras sempre que tem a oportunidade, muito embora o planeta já tenha estabilizado seus ciclos e esta solução, agora, mais prejudique leve em direção à alguma solução.

Na obra de Philip Reeve um grupo denominado a Liga Anti-Tração, trabalha para parar as cidades, acabando com o consumo excessivo de recurso por parte das Cidades Estado e com o “Darwinismo Municipal”, conceito que deu origem às metrópoles em movimento.

O romance apresenta Londres como a principal Cidade-Tração, uma sociedade dividida numerosas Guildas, das quais as mais importantes são a dos Engenheiros, dos Historiadores, dos Navegadores e dos Mercadores.

Blog/Site oficial da série: mortalengines.novoseculo.com.br

LIVROS:
#1 Mortal Engines (2001) | Comprar Original
#2 Predator’s Gold (2003) | Comprar Original
#3 Infernal Devices (2005) | Comprar Original
#4 A Darkling Plain (2006) | Comprar Original
#5 Fever Crumb (2009) | Comprar Original
#6 A Web of Air (2010) | Comprar Original
#7 Scrivener’s Moon (2011) | Comprar Original

Lançado no Brasil pela editora Novo Século
#1 Mortal Engines (2011) | ComprarResenha
#2 O Ouro do Predador (2011) | ComprarResenha

O AUTOR:
Philip Reeve é um escritor e ilustrador inglês. Atualmente mora em Dartmoor com sua esposa Sarah e filho Samuel.

Site oficial: philipreeve.blogspot.com
Twitter: @
Outras sagas cadastradas no LeS: não tem


Última atualização: 08/08/2011 - 04:55

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*