terça-feira, 16/08/2022
Últimas do LeS:
Capa » Notícias » Nem só de “Crepúsculo” vivem os vampiros

Nem só de “Crepúsculo” vivem os vampiros

Criaturas da noite. Demônios bebedores de sangue. Seres sedutores que atraem belas jovens para a morte e estão presentes nos filmes de terror. Durante muito tempo estas foram as imagens dos vampiros nos pesadelos.

Mas hoje, isso mudou. Os tempos são outros e os vampiros também. A luz do sol só incomoda, não machuca; alho e cruzes já não fazem tanta diferença. Além de não serem mais os vilões, agora são os mocinhos. Vampiros comprometidos com a vida humana que não bebem sangue humano. Afinal, a sede continua lá, mas eles apenas mudaram a dieta.

Os bons vampiros de “Crepúsculo”

Quando Stephenie Meyer decidiu escrever o sonho que teve não imaginava que seus vampiros “vegetarianos” seriam um sucesso mundial, um fenômeno comparado ao do bruxinho Harry Potter. Garotas apaixonadas sonham em encontrar o seu próprio Edward Cullen: o co-protagonista da série e sugador de sangue de animais. O mocinho resiste à tentação de morder sua amada Isabella Swan e transformá-la em sua igual para não destruir sua alma.

Nos livros, Edward –congelado há 108 anos em seu corpo de 17– é atraído pelo aroma de Bella, a garota nova na cidade, antes de se descobrir apaixonado por ela e ser correspondido. Mas ele não é a única ameaça à vida da garota: vampiros assassinos, lobisomens, a realeza vampiresca e outros problemas assombram a jovem apaixonada.

O romance proibido rendeu quatro livros –“Crepúsculo”, “Lua Nova”, “Eclipse” e “Amanhecer” e suas versões para o cinema. Stephenie Meyer iniciou um quinto livro, Midnight Sun (ou Sol da Meia Noite, em tradução livre), que seria a história de “Crepúsculo” contada pelo ponto de vista do doce vampiro Edward. Após o vazamento dos 12 primeiros capítulos na internet, Meyer suspendeu a produção.

Vampiros e Adolescentes

Seguindo o sucesso de “Crepúsculo”, surgiram outras séries que têm como protagonistas vampiros adolescentes, que como tais precisam lidar com os problemas da idade.

Em “Marcada”, de P.C. Cast e Kristin Cast, sugadores de sangue convivem com os humanos. Jovens são escolhidos, marcados com um crescente lunar e precisam ir para a Morada da Noite –escola que treina os poderes e ajuda-os a se tornarem vampiros adultos– se sobreviverem à transformação.

A protagonista é Zoey Redbird, uma garota normal de 16 anos que nunca se encaixou em nenhum grupo e após ser marcada descobre ser diferente para aqueles que também não são humanos. A série “House of Night” tem, ao todo, cinco livros publicados e o sexto sairá, em inglês, no final de 2009. Em português, “Traída” já foi publicado e “Escolhida” será lançada no início de dezembro.

Já em “O Beijo das Sombras”, conhecemos a sociedade destes seres que continuam escondidos da humanidade. Eles estão divididos em “raças”: Moroi, criaturas que se alimentam de sangue mas não matam e têm habilidades mágicas; Strigoi, são aqueles que mataram enquanto se alimentavam ou alguém que foi mordido por outro Strigoi; e Dampiros, meio humanos e meio vampiros que tem a função de proteger os Moroi.

Os livros narram as aventuras de Rose, uma dampira que treina para se tornar uma guardiã, e Lissa, uma princesa Moroi órfã protegida por Rose de outros Moroi ambiciosos. Elas são melhores amigas e dividem as experiências de todo adolescente: a rival da escola, o namorado, a primeira vez. Além de alguma doação de sangue por parte de Rose nos momentos necessários. A série está em publicação e sua autora pretende lançar, ao menos, seis livros.

Para as telas da televisão:

Dessa nova safra de romances, dois tornaram-se séries de sucesso. Prevista para ter dez volumes, os livros da coleção “Sookie Stackhouse” serviram de base para “True Blood”, da HBO. Na história de Charlene Harris, os japoneses desenvolveram um sangue sintético para facilitar as transfusões e tratamentos médicos. O que o mundo não esperava era que os vampiros aproveitariam para “saírem dos caixões” e se apresentarem para os vivos.

É por conta disso que a garota Sookie, uma garçonete do interior que possui o estranho poder de ler mentes, conhece Bill Compton, um morto-vivo centenário que participou da Guerra Civil. Os dois acabam se envolvendo e começam um romance que, logicamente, enfrentará muitos dilemas. O maior deles talvez seja a discriminação, já que vivem em uma sociedade racista.

Mais recentemente, a série “Vampire Diaries” estreou com boa audiência pelo canal CW e produzido pelos mesmos responsáveis por “The OC”. Na trama baseada nos livros de L.J. Smith, os irmãos vampiros e rivais Damon e Stefan Salvatore disputam o coração da bela Elena, que lembra aos dois a jovem Katherine. Pivô da discórdia entre os dois, ela morreu por conta desta disputa. A série, publicada originalmente em 1991, foi dividida em duas partes com três livros cada: Diários do Vampiro (“O Despertar”, “O Confronto” e “The Fury and Dark Reunion”) e Vampire Diarie: The Return (“Nightfall”, “Shadow” e “Midnight”)

As comparações com os vampiros de “Crepúsculo” são inevitáveis, mas exceto pela temática vampiresca e os protagonistas em torno dos 17 anos, as semelhanças terminam por aí. Ao contrário do recatado e controlado Edward Cullen, estes outros seres da noite não se preocupam em manter relacionamentos mais íntimos, contando até com relações que envolvem sexo e sangue.

Credito: Folha Online

Sobre Patoka

Fotógrafa especializada em shows, já captou com suas lentes momentos dos shows várias bandas. Essa paixão por música e fotografia a levou a abrir o CFOS. Quase infartou quando suas fotos apareceram na página oficial do Black Label Society e foram descritas como “killer shots”! Já fez produção de palco em festivais musicais e eventos, mas atualmente prefere deixar isso para os profissonais.

5 comentários

  1. Adorei. Estou baixando aqui alguns desses livros.
    Depois de crepusculo eu me interessei muito por livros sobre vampiros. :D

  2. adoro livros sobre vampiros eles são tão interesantes e inigmaticos.

  3. ja li quase todooos! crepúsculo todo mundo que leu sabe que é fantástico, mas realmente ”O beijo das sombras” é maraaavilhoso!!! eu ameeeei muuito, é perfeito! e estou esperando sair o segundoo no Brasil, e a série house of the night, apesar dos títulos esquisitos tipoo traída e marcada é muuuuuuuitooo bommmm, tipoooo muuuito meeesmo, tem gente que acha que deve ser ruim só porque pensa que vampiro é modinha, pois saibam então que um nao te nada a ver com os outros sao histórias maravilhosas e diferentes, todas!!
    beeijo

  4. nossa eu sou apaixona
    por crepusculo e os diarios de um vampiro assisto toda quinta
    mais percebi que tem muitos outros bons

  5. Eu achei muito legal eu ate me interecei bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Livros em Série